Desiguais desde a chegada, mas a distância aumenta: análises sobre desigualdades entre pecuaristas familiares numa área de fronteira na Amazônia brasileira

Livio Sergio Dias Claudino, René Poccard-Chapuis, Laura Angélica Ferreira-Darnet, Ivaldo Gehlen

Resumen


Nesse texto analisamos alguns elementos que provocam e aumentam as desigualdades socioeconômicas no meio rural. O estudo foi realizado a partir de entrevistas e observação junto a pecuaristas familiares que migraram para uma região de fronteira agrícola na Amazônia brasileira depois dos anos 1970. Analisamos as diferentes condições materiais disponíveis e as possibilidades de acesso a determinados serviços públicos, aos mercados e às rendas, identificando elementos que geram ou potencializam as desigualdades entre as famílias. Constatamos que o acesso às prerrogativas está condicionado a um conjunto de provimentos nem sempre disponíveis às famílias, sendo que aquelas que já se encontravam em melhores condições de vida ao chegar na região de fronteira tendem a ter mais possibilidades de acesso aos serviços disponibilizados.


Texto completo: PDF

Refbacks

  • No hay Refbacks actualmente.


 

 

ISSN versión impresa: 2422-5444
ISSN en línea: 2422-5541

Licencia Creative Commons
Esta obra está bajo una Licencia Creative Commons Atribución-NoComercial-SinDerivar 4.0 Internacional.